Início > poesia > IX

IX

       para o Rui Pires Cabral

«Este é o único lugar da minha juventude
que não mudou», diz o Rui, talvez
à décima cerveja. Mas lembrou-se
(é natural) da morte, cadeiras vazias,
rápidas substituições em campo
de ninguém.

              E ficámos os dois com pena
de não podermos comprar uma canção
de Brassens, Young Marble Giants ou Freddy.

Tantas cervejas depois
e continuamos sem perceber nada.

[Manuel de Freitas, in Estádio]

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: