Início > poesia > basilisco

basilisco

I

O mundo é um espelho
Portátil.

II

O homem
E o basilisco
Ambos caminham na imagem.

III

Mas num é mortal o reflexo
E no outro, aos poucos, é o rosto.

IV

A caminho da floresta,
A cinza
Fixa, de novo,
O perfil descoberto no interior dos dedos.

[Gil de Carvalho, in Viagens 1978-2008]

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: