Início > posto móvel > do fim, o princípio

do fim, o princípio

do fim, o princípio

Admito que estou incapacitado para abandonar o último disco de Morrissey. Tento. Podia até ser muito maior, mas os bits em que o ouço chegam-me para me encher. De pouca medida? Talvez. Importa a quem?

Faço um compasso de espera nas leituras, menos ansiosas do que eu. Sem controlo.

Abomino pessoas que, para além do lugar delas, também ocupam o meu, nos transportes públicos. Ainda por cima para estarem a ler o Equador.

Anúncios
Categorias:posto móvel
  1. Março 3, 2009 às 20:54

    qualquer best-seller ocupa muito espaço. conquistou-o e não abdica dele. ocupa com desprezo e soberba o espaço dos small-sellers.

  2. j m
    Março 4, 2009 às 00:46

    🙂 não deixando de concordar com as tuas palavras, eu não teria reparado no Equador se a pessoa não, primeiro, se tivesse sentado no seu banco e na minha perna ao mesmo tempo, segundo, estando eu bem no meu lugar, tivesse colocado o seu cotovelo esquerdo a 5cm dos meus olhos, enquanto tirava o dito cujo do saco de mão.

    ufa!

  3. Março 4, 2009 às 09:51

    o que só sustenta a minha afirmação. é preciso também ter em conta que esse best-seller traz o ego do sousa tavares agarrado.

    sinceramente nem sei como não foste escorraçado do banco.

  4. j m
    Março 4, 2009 às 22:18

    aguentei. estoicamente. a pressão. e a ignomínia. 🙂

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: