Início > teoria > carta ao vortex

carta ao vortex

os teus dislates incomodam-me. sinto-me estranho e confundido com a forma como expões assim a capacidade de escolha jornalística do espaço informativo das televisões nacionais emitidas em canal aberto, isto é, aqueles a que tendencialmente todos têm acesso. indigna-me como gostas – diria “tentas”, mas não te frustrarias nesse verbo – de minar esta maneira de ser sociedade que os nossos redactores e editores arranjaram para nos manter ou muito felizes, porque o CriCri ganhou um prémio que só ele ganhou, porque é o trabalho dele – mesmo que envolvendo a escola do Sporting e depois o seu actual clube – mas para o qual os jornalistas alvitram um prémio português (da comunidade – provavelmente tem escrito made in China), ou, retomando, muito tristes, porque o casa pio já nos consumiu não-sei-quantos milhões e para se concluir que afinal quem andou a foder os putos não está a ser julgado.

e quanto às tuas blagues nem sei o que te dizer. telefono-te e tal e tu dizes-me que as notícias longas são X e PTO e que assim não dá, com o tempo que se perde com factos pequenos para as nossas vidas. depois imprimes nos anais da internet um comunicado sumário sobre o engulho que são o CriCri e o cão d’água português. dizes-me que as notícias são longas, mesmo desmedidas para a impo(r)tência dos factos e vens ofender os factos. porque não me disseste logo pelo telefone o que querias?

lida que és por seres menos inteligentes, sabes que é difícil perceber o que queres dizer e os que te conheçam podem andar ocupados para vir explicar aos internautas o que significa o sentido das palavras. aliás, congratulo-te ó infeliz, por quem comentou o teu pedaço de coloquialidade ter percebido, afinal!, o que querias dizer.

sinto-me ofendido por achares que assim me podes confrontar com os factos. tu sabes que eu gosto de cães e tu sabes que eu sei que tu gostas de cães e que, como tu sabes que eu sei, os cães d’água são um mimo – e eu sei que tu concordas. sabes, que eu sei, que há pessoas que gostarias de ver mortas, mas o CriCri não cabe nesse saco, pois é diminuto o seu significado para as questões evidentes.

o senhor presidente dos EEUUAA quer um chien portugais? ou outro… tanto me faz. na minha opinião, ele deveria ter um canil na casa branca.

voltando a ti. não me espanta que recebas por aí respostas tristes e ignorantes, descendentes da parca informação que dás. a culpa é tua. sabes que os alunos só correspondem se os conhecimentos que transmites forem bons e, sobretudo, evidentes e objectivos. mas também, porque raio meteste tu na cabeça ser professora indigitada?

apresso-me a pedir-te que metas nessa cabecinha que não deves voltar a enganar-me.

Anúncios
Categorias:teoria Etiquetas:,
  1. Ainda sem comentários.
  1. Janeiro 16, 2009 às 19:25

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: