Grandes notícias

Grandes noticias

Depois do frio, médio oriente ou Ferreira "Amargo" Leite, as notícias diluem-se insignificantes, tal como as anteriores, pela rádio. E não havendo nada mais a circular como novidade, as pessoas fazem de eco para este vazio de interesse.

No outro dia, deram-me a ouvir o especial ano de negas, 2008, de Morrissey, em breve num escaparate perto de si. A pop ganha contornos de notícia íntima a cada canção que passa – duas já dadas a conhecer no recente Best Of.

Portanto, mais valia que os coordenadores de informação mandassem os seus jornalistas terem aulas de canto e … Resta o problema de terem que aprender a escrever… Nada de novo, mas voltei a lembrar-me das peculiares situações em que as peças terminam, começam ou se desenvolvem como palavras de prosa poética, material inerte, sem vida, que, para além de ser mau, não traz objectividade à informação… E os gajos em comentários sobre futebol? De alguém se querer suicidar.

Moz, obrigado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s